A história por trás do design de Charles e Ray Eames

A história por trás do design de Charles e Ray Eames

Conhecidos pelos móveis que desenharam, existem diversas curiosidades sobre o casal

Com certeza você já viu algum móvel desenhado por Charles e Ray Eames, seja aqui na Bauhaus ou em algum ambiente (quem sabe até em sua casa, não é mesmo?). O casal norte-americano desenvolveu, entre as décadas de 1940 e 1970, peças modernistas que seguem atuais até os dias de hoje, resultando em um mundo mais prático, organizado e, é claro, mais bonito. Além dos móveis, Charles e Ray também contribuíram para a arquitetura, design gráfico e industrial, belas artes e cinema.

Uma das premissas de Charles era ter “pessoas trabalhando em coisas inúteis”, pois, dessa forma, era possível encontrar novos conceitos e criar uma equipe encorajada a fazer experimentos. O Studio Eames fez uso de vários materiais inovadores, trazendo a madeira compensada, a malha de metal, resina plástica e fibra de vidro para o design mobiliário. A dupla se tornou mundialmente conhecida e transferiu a sua parceria para curtas-metragens e exposições de arte desenhadas por eles.

Reconhecendo um móvel Charles e Ray Eames

Entusiasmo sem limites, linhas finas e elegantes, formas funcionais e modernas, traços sutis e sofisticação: todos esses detalhes definem as obras de Charles e Ray Eames. Cada projeto era desenvolvido de maneira natural e similar, questionando se aquela obra era intrigante e, principalmente, se seria possível se divertir ao longo do processo criativo e de montagem.

A primeira peça de design que fez sucesso foi a Lounge Chair, poltrona conhecida mundialmente por suas formas contemporâneas, extremo conforto e elegância criada pela combinação de madeira compensada e couro macio. Outros móveis ao longo do tempo se tornaram hits, como a cadeira DKR – com nome composto apenas por siglas, que contam detalhes sobre a construção do próprio móvel.

Ficou curioso? No próximo post contaremos o que cada uma dessas siglas significa. Enquanto isso, confira os móveis inspirados na obra do casal aqui.

Fonte: Westwing, História das Cadeiras.